[: Instituto :] [: Escola Casa Via Magia :] [: Museu do Processo :]

Memória

Patrimônio Material

Terreiro do Bogum

O Terreiro do Bogum, Zoogodô Bogum Male Rundó, diferente dos outros terreiros de Salvador, é de nação Jeje, com tradição ligada ao Benin. Os Jeje entraram no Brasil por volta do século XVII e início do século XVIII, sua marca cultural tem registro na Bahia e em Mina. A língua falada em seus rituais é o ewé, do povo fon, e as entidades cultuadas são os voduns do Daomé.

Sua sucessão se dá pela linnhagem e através dos búzios. Mãe Índia, atual chefe do terreiro do Bogum, é sobrinha-neta de Valentina, Mãe Runhó. Uma das tradições do Terreiro é a missa em homenagem a São Bartolomeu, realizada anualmente há duzentos anos. Conta-se também que neste terreiro refugiavam-se escravos e negros malés. O terreiro está localizado na antiga Ladeira Manoel Bonfim, via que passou a se chamar Ladeira do Bogum

Zoogoodô Bogum Malê Rundô
Ialorixá – Mãe Índia
Ladeira Manuel Bomfim, 35
Engenho Velho da Federação
3334 5881

Voltar

  2011 ©Copyright - Todos os direitos reservados a Casa Via Magia.