Apresentação A Região Tradição e Memória O Festival de Reisados Os Ternos Contato
 
     
 
     
 

Os Ternos

O VII Festival de Reisados de Boa Nova contou com a participação e contribuição de muitas pessoas e grupos que estão na luta pela cultura popular. Entre eles vale destacar os grupos que se apresentaram nessa edição do festival, mantendo vivo e presente esse patrimônio local.

. Terno de Reis do Entroncamento
. Terno de Reis do Rio do Chumbo
. Terno de Reis Sagrada Família
. Terno de Reis da Goiabeira
. Terno de Reis dos Ferreira
. Terno de Reis São Domingos de João das Cobras
. Terno de Reis Infantil As Pastorinhas
. Terno de Reis Mirim dos Ferreira
. Folia de Reis São Francisco de Assis – Manoel Vitorino/BA
. Terno de Reis de Alicate – Bom Jesus /BA
. Terno de Reis Quilombolas Lagoa do João – Poções/BA
. Terno de Reis Estrela do Divino – Poções/BA
. Terno de Reis Boi de Dona Laurinha – Dário Meira/BA
. Terno de Reis de São Sebastião Estrela da Noite – Poções/BA
. Terno de Reis Boa Vista
. Terno de Reis do Capim de Cheiro
. Terno de Reis Três Irmãos – Família Seu Nozinho


O tema:


O tema do VII Festival de Reisados de Boa Nova/BA – 2017 foi sobre as músicas tocadas e cantadas pelos grupos de Terno de Reis. Foram coletadas algumas das principais músicas compostas pelos integrantes desses grupos. São elas:

Terno de Reis Sagrada Família - Comunidades Tanquinho e Riacho Novo – Boa Nova/Ba

Sustentado na cana verde
Meu amor manda me buscar
Eu estou preso no canavial
Estou passando fome, estou passando sede
Estou sustentado na palha da cana verde.

Faltou um boi na boiada
Minha boiada faltou um boi
Zé faltou um boi, Zé minha boiada
Meu patrão não conta não
Eu contei a noite inteira, a noite inteira essa boiada.

Sair com Reis
Eu vou sair com Santo Reis
Eu vou sair pra vadiar
Vou cumprir minha promessa
Quando eu chegar
O senhor dono da casa
O senhor presta atenção
Da esmola Santos Reis, de bom coração.

Terno de Seu Amaranto – Região Rio do Chumbo – Boa Nova/Ba

Ribeirão encheu, encheu, vazou
O cabelo da cigana o riacho carregou
Resposta: Carregou eu vou buscar
 Eu não vou criar cabelo, pra riacho carregar.

Moça bonita da saia amarela
Vou tirar um cacho do cabelo dela
Resposta: Do cabelo dela, do cabelo dela
Moça bonita da saia amarela.

Ôooo vaqueiro, ôooo juazeiro
Pra que tu matou Juá? Pra que tú matou Juá?
Resposta: A chuva veio muito forte
E ele não pode fulorar.

Terno da Boa Vista – Boa Nova/Ba

Tu fica aí mulher
Que eu vou no samba, sambar
Se o samba lá tiver bom
Eu vou e venho te buscar.


Terno de Reis dos Ferreira – Boa Nova/Ba

Canto ao menino Jesus

Refrão: Vamos adorar Jesus/a Jesus vamos adorar.
Quem não adorar Jesus/gloria não pode adorar. (bis)

Bate asa canta o galo/quando o salvador nasceu
Cantam os anjos nas alturas/quem louva Jesus sou eu.

São José e nossa senhora/de noite pelo luar
Procurando Deus menino/sem nunca poder achar.

Deus te salve casa santa/ onde deus fez a morada
Onde mora o cálice bento/e a hóstia consagrada.

Deus te salve casa santa/deus te salve santa igreja
Deus te salve manjedoura/onde o boi bento bafeja.

Entre noite de natal/não se dorme em colchão
Pois nasceu o deus menino/entre as palinhas no chão.

Da banda do oriente/três reis magos vão chegando
Parece nós reunidos/neste presépio cantando.

O primeiro trouxe ouro/adorando a divindade
Adorando as três pessoas/da santíssima trindade.

O segundo trouxe incenso/para seu trono incensar
O terceiro trouxe mirra/para seu corpo mirrar.

La na gruta de Belém/não couberam todos os três
Para visitar Jesus/entrou um de cada vez.

Foram dar com ele em Roma/revestido no altar
Cálice de ouro na mão/missa nova veio cantar

Eu subi na laranjeira
Eu subi na laranjeira e comecei a balançar (bis)
Se a laranja tiver boa, vou tirar pra eu chupar (bis)
Vou tirar pra eu chupar, vou tirar pra eu chupar (bis)
Se a laranja tiver boa, vou tirar pra eu chupar (bis).

Seu Dirceu desceu
Seu Dirceu desceu, com o chapéu de Bartolomeu (bis)
Chamou Tadeu e Zebedeu, passou aqui e escafedeu (bis)
Tira o meu, tira o meu
Põe o seu, põe o seu
Põe o seu, põe o seu
Tira o meu, tira o meu.

Sou lavadeira de roupa
Soou lavadeira de roupa, lavo de fio a pavio (bis)
Vou mostrar pra vocês como se lava roupa no rio (bis)
É assim, é assim, é assim. É assim, é assim, é assim. (bis).

Tatu sobe pau
Oi tatu sobe pau, é mentira moleque (bis)
Ele sobe, ele desce, é mentira moleque (bis).

Samba de um pé só
Nesta noite nesta casa o samba vai dá um nó
Quero ver você sambar, você sambar de um pé só.

O papagaio anunciava
O papagaio anunciava:
-vai ter festa no céu, vai ter festa no céu e quem tem boca grande não entra!
E o sapo respondia:
-coitadinho do jacaré.


Terno de Reis Infantil As Pastorinhas – Boa Nova/BA

Bailado
Vamos cantar, nesse belo dia
A Jesus menino e a virgem Maria (bis)
Seu berço enfeitemos, com lindas florzinhas
Cantemos, bailemos, lindas pastorinhas (bis)

Essas florzinhas, Jesus aceitai
São pobres ofertas, de humildes mortais (bis)
E nos pastorinhas, com todo prazer
Viemos a Jesus, nosso culto render (bis).

Despedida
Pastoras vamos embora, que a madrugada já vem
Vamos para nossa cabana, que lá não ficou ninguém

As pastoras se despedem, é com amor e gratidão
Que o Nosso Deus Menino, nos guarde no coração

Adeus casa hospitaleira e adeus meus nobres senhores
Para o ano voltaremos a render nossos louvores

Folia de Reis São Francisco de Assis/ Raiz do Umbuzeiro – Manoel Vitorino/BA

Ê maitá  Ê maitá
Samba bom dancei na areia
Ê maitá

Do lado de lá laranja
Do lado de lá laranjeira
Do lado de lá moça samba
Do lado de cá sambadeira

Deixa o boi beber na galeota
De beira mar
Esse boi que não bebe
Esse boi que não come
De magro não pode andar
Deixa o boi beber na galeota
De beira mar

Samba da despedida
Chora bananeira
Bananeira chora
Chora bananeira
Santo Reis já vai embora

Terno da Goiabeira - Boa Nova/BA.

Fogueira é luz que vieste ao mundo novo, a boa nova São João anunciou.
Ele era a voz que gritava no deserto, no rio Jordão Jesus Cristo batizou.
E a fogueira vem queimar o meu pecado, a fogueira vem queimar a minha dor. Ele era a voz que gritava no deserto, no rio Jordão Jesus Cristo batizou.

Senhor eu quero te agradecer pela chuva que molha as águas que enxorram
Coração de pedra vai amolecer.
Os homens que vivem em guerra não vão entender
Que Jesus é perdão, repartindo o pão, mostrando a união prá nós sobreviver.

Eu vou louvar a natureza, e vou cantar a canção da sabiá.
Eu vou cantar em som de boiadeiro vou dar um viva a minha terra natal.
Na fazenda do meu mano eu trabalhei de vaquero
Meu cavalo é pordo novo, meu cachorro é perdigueiro.

Ô Maria , ô Maria o dia não amanhece se o galo não cantá. O galo já cantou, o dia amanheceu, no meio de tanto amor eu não sei qual é o meu.

Terno Do Entroncamento – Boa Nova/BA

1) Olê, lê, ô lua nova
Ô lua cheia
Eu vinha do mar
Eu vi sereia (2x)

2) Santo Reis chegou
Alegre contente
Chegou desconfiado
Por que tá no meio de gente
Ô meu irmão, não separa isso não
Isso é um terno de Reis
Não é brincadeira não (2x)

3) Quando o galo canta
O gado levanta
E pega a caminhar
O vaqueiro olha seu gado
Fala com o patrão
Que o gado está no curral (2x)

4) Viva janeiro
Viva o dia seis
Viva foliões
Que adora o Santo Reis (2x)
5) Santo Reis chegou
Não tenho o que dá
Deixa pra janeiro
Quando eu trabalhar (2x)

7) O limão é meu
Eu mandei tirar (2x)
Ô tira, tira, tira, ô morena
Eu mandei tirar (2x)

8) Rodou, rodou pião
Quero ver pião rodar
Rodou pra lá
Rodou pra cá
Quero é ver pião rodar (2x)

Terno São Domingos – Boa Nova/BA (João das cobras)

Senhor, dono da casa, passa a mão no travesseiro
Acordada a sua dona, que está no sono primeiro
E também os seus filhinhos, canarinho de juazeiro.
Para ouvir santas palavras, daquele Deus verdadeiro
Deus te salve manjedoura, onde o boi bento comia
Onde nasceu Jesus Cristo, filho da virgem Maria
Entre véspera de natal, não se dorme em colchão
Que nasceu o deus menino, entre as palhinhas do chão
E vai a garça voando, nas asas bateu as asas
Vai voando e vai dizendo, viva o dono desta casa
Venha a fonte nova, que nasceu no pé da cruz
Foi o sangue do Cordeiro, para sempre amém Jesus
Ora viva, ora viva, viva o nosso Santo Reis
Vamos dá mais outro viva, viva o nosso Santo reis.
Tá doido bicho do mato, tá doido bicho do mato
Tira do mato, bota no saco, tira do saco e bota no mato.

Com a faca fina, furei meu peito
Derramei meu sangue, nas tuas mãos divinas
Por causa do amor, na sua casa eu vou
No seu colo eu deito.

Eu vim da Lapa, eu sou romeiro
Eu vim da Lapa, meu Deus, de Bom Jesus verdadeiro.

Eu ouvir dizer que bem-te-vi não tem coroa

Eu vim sambar, na casa de gente boa.

 

 
     
 
 
 
     
 
 
 
     
 
 
     
 
 
     
   
     
  2017 ©Copyright - Todos os direitos reservados a Casa Via Magia.