Registros Pegagógicos

Grupo 4 a 5 | Profª Suely - A vida e o cuidar 
Grupo do 4º ano | Profª Carla - Ciclo Vital Humano
 

 TEMA: Matemática e Palavras 

 Professora Rita 

 GRUPO: 5 anos - Matutino 
 

No trabalho com a Matemática utilizamos jogos pedagógicos como quebra-cabeça, trilha, memória e material concreto, como sementes, tampas, blocos lógicos e formas geométricas para ajudar no processo de aprendizado de criação e resolução de situações-problemas,de noções de classificação e de seqüência numérica. 
 

Também podemos associar com o trabalho corporal, fazendo uso, por exemplo, do pega-varetas gigante, com anotação de pontos, não necessariamente com numerais; da amarelinha, para trabalhar sequência numérica e lateralidade, perceber as distâncias e trabalhar força e equilíbrio; da picula para perceber as distâncias. 

A observação diária do calendário ajuda na percepção da sequência numérica, no reconhecimento da escrita dos numerais e a noção da passagem de tempo.

Já a palavra escrita vem sendo desenvolvida a partir do Saquinho de Palavras, onde a criança guarda as palavras que quer aprender a escrever. Sempre que uma palavra já pode ser reconhecida, uma nova pode ser escolhida e, a partir daí, frases e histórias surgirão. Leio livros e notícias de jornais para incentivar a produção das histórias.

 


• DEPOIMENTO DA PROFESSORA:

"Gosto do trabalho com a Matemática, pois o considero desafiador tanto para as crianças quanto para mim."


• DEPOIMENTO DAS CRIANÇAS:

“Eu escrevi a palavra SOL e desenhei o sol. Coloquei um 4 aqui, porque é a quarta palavra que eu faço para minha coleção.”

“Eu vi que ele fez 4 pontos porque ele fez 3 mais 1. Aí, eu contei.”

“Rita, quando a gente olha o relógio é matemática também?”

 Clique na imagem para ampliar 

 

 TEMA: Campeonato de Esportes

 Professor Ismael 

 O TRABALHO 


Um projeto das aulas de Esportes é o Campeonato, que é dividido em dois: um com os grupos de 5 anos e 1º ano e o outro do 2º ano em diante. 

Durante o ano vamos construindo o acesso às diversas modalidades esportivas, a adequação das regras às faixas etárias, o estabelecimento de uma cultura de mútua ajuda nos treinamentos. As regras dos esportes são quase as mesmas, tanto para os pequenos como para os maiores. No Campeonato temos também atividades individuais, como limão na colher, corrida livre, pula-corda; em duplas, como a corrida de bastão e em grupo, como o baleado e, para os maiores, também o futebol, vôlei e basquete.

No grupo de 5 anos, como ainda não conseguem esperar por muito tempo, o baleado funciona da seguinte maneira: depois de baleada a criança passa para o outro time. Nos grupos do 1º, 2º e 3º anos, depois de ser baleada, a criança sai do jogo e, se alguém do seu time encaixar a bola, a criança volta, na ordem de quem tinha saído primeiro (Baleou, saiu. Encaixou, entrou).

Para todos os jogos temos a anotação dos pontos. Nos grupos dos pequenos, um adulto controla a pontuação. Nos grupos maiores, temos uma criança como mesária para anotar os pontos, oura para ser bandeirinha, auxiliando o juiz, além de jogar em seus times.

Algumas crianças, apesar de não demonstrarem muito interesse nas aulas de esportes, durante o campeonato se esforçam mais, dando tudo de si. Às vezes conseguem até saírem-se melhores do que as mais esforçadas cotidianamente.

• OPINIÃO DO PROFESSOR:

Fico contando os meses para chegar o Campeonato. Tenho muito tempo nessa atividade, mas todo ano fico um pouco nervoso. Acho que é alegria mesmo. A energia deles passa uma alegria muito boa pra mim. E acho que também passo uma boa energia para eles. Fico comovido. Principalmente com o 5º ano, que logo vai embora. Mas depois aparecem para visitar e conversar um pouco. Algumas crianças que não aceitavam perder, quando voltam para visitar e conversar, contam como aprenderam a perder e ganhar.

• OPINIÃO DAS CRIANÇAS:

- Eu gostei de participar do campeonato, porque eu era o chefe do meu time, só que ele não ganhou, aí a gente ficou com a medalha de prata. Mas eu ganhei um monte de medalhas de ouro.

- Foi legal. Eu ganhei mais de 10 medalhas. Na corda, eu pulei mais do que todo mundo!

- Eu adorei participar do campeonato, porque eu adoro fazer esportes. Eu e meu avô, a gente treina muito. Por isso eu sempre ganho medalhas. No baleado, que eu não sabia muito, eu aprendi e consegui pegar a bola e balear algumas pessoas. E na corrida eu fiquei um pouco mais rápido. Foi muito bom este campeonato!

- Foi legal, mas eu queria ganhar mais medalhas. Eu gosto muito de medalhas! Um dia eu vou aprender a pular um monte de vezes a corda pra ganhar uma medalha.

 Clique na imagem para ampliar 

 

 TEMA: Cozinhar - Macarrão da Mamma 
 Professora Rita, Kátia e Neuza 
 GRUPO: 5 anos - Matutino 

Cozinhar é uma atividade que costumamos incluir no planejamento com as crianças. É uma atividade que promove a observação de transformações: do cru ao cozido; do inteiro ao picado; do muito ao derramar só um pouquinho... e depois de sentir o cheiro, acompanhar o cozimento... comer!

Depois de termos feito várias receitas juntos como: cuscuz de tapioca, iogurte natural beiju, pipoca, chocolate quente, sucos, cuscuz de milho, as crianças desejaram fazer uma massa. Aí uma criança do grupo logo gritou:

- A mãe de Bento cozinha uma delicia! 

Adoramos a idéia e perguntamos a Bento se ele também gostaria que a sua mãe viesse cozinhar com a gente, ele aceitou e ficou muito feliz.

Fizemos o convite para Kátia, que aceitou prontamente. Então escolhemos juntos a receita e começamos a esperar ansiosamente para este dia chegar logo!

Nossa! Foi uma aula muito gostosa as crianças curtiram muito e aprenderam muito também. Eu, Kátia e Neuza ficamos muito encantadas com a disponibilidade das crianças e o interesse de aprender a fazer o macarrão da mamma.

Para ler o depoimento de Katia, clique em Rainhas do Lar.

 

• COMENTÁRIOS DAS CRIANÇAS:

“Eu fiquei com um macarrão no bolso pra gente depois ver a diferença dele cozido e do cru. A panela tinha uma quantidade depois que cozinhou, ela dobrou a quantidade. Eu gostei de ir tirar as flores com Rita para enfeitar a mesa, tudo ficou lindo e gostoso. Foi uma bela refeição.”

“Eu gostei de ir buscar na horta o manjericão para colocar no molho e enfeitar os pratos, gostei também de ficar sentindo o cheirinho da cebola na manteiga fritando, mais o que eu mais gostei de comer o macarrão de Kátia hum...hum... Quero de novo!”

“Gostei de levar as sementes dos tomates para adubar a terra, colher o manjericão e de fazer tudo. Na hora de comer o macarrão a gente ralou o queijo e eu coloquei um pouco de pimenta do reino, gostei muito!”

“Eu gostei de comer o macarrão, mas não comi tudo, não!”

Ingredientes

 Clique na imagem para ampliar 

 

 TEMA: A Vida e o Cuidar 

 Professora Suely 
 GRUPO: 4 a 5 - Matutino 

No retorno das férias, com a notícia da gravidez de nossa auxiliar, as crianças ficaram curiosas sobre o tempo delas na barriga da mãe. 


Considerando as histórias de vida de cada uma, resolvemos que o tema poderia ser: “A vida e o cuidar”. 

Seria, então, percorrer os caminhos dos cuidados que um bebê precisa, quem cuida dos bebês, das crianças. Dos cuidados que se precisa ter para uma planta nascer e crescer e também como isso ocorre com os animais.

Plantamos margaridas e estamos acompanhando o seu crescimento. Dentro deste processo, convidei Rosana, mãe de uma criança do grupo e que é pediatra, para conversar conosco sobre os cuidados que recebe um bebê.


 

• OPINIÃO DA PROFESSORA:

Realizar este trabalho com as crianças tem sido emocionante para mim, me possibilitando viajar neste tema com eles. Tem sido fascinante observar suas perguntas e constatações, até de que um dia, eu, assim como seus pais, fui do tamanho deles.

Foi divertido ver as expressões de surpresa ao verem uma foto minha de menina, quando começamos a fazer o mural de fotografias com elas bebezinhas.

 

• OPINIÃO DAS CRIANÇAS:

- A mãe de João Gabriel veio falar sobre os bebês.

- Foi sobre como cuidar dos bebês. Como tratar bem.

- Dar banho, ver se está dodói, escovar dentre, olhar o olhinho, cortar as unhas.

- O pediatra faz isso!

- A mamãe também.

- A mãe de um bebê é um adulto!

- Tem bebê que é adotado.

 Clique na imagem para ampliar 

 

 TEMA: Biomas/Ecossistemas 

 Professora Gina 

 GRUPO: 3º Ano – Matutino GRUPO: 4 a 5 - Matutino 

Biomas e Ecossistemas foi o assunto escolhido para a construção do livro de estudos dessa turma na área das Ciências Naturais e Sociais.

Entre os diversos temas do 3º- ano apresentados, o processo de escolha foi bem consistente: a vontade de ir mais fundo em estudos já feitos sobre os reinos da natureza, interesse em conhecer diversos ambientes do planeta e suas biodiversidades, especialmente os Biomas Aquáticos.
Integrando esses argumentos aos novos pedidos, renovados no decorrer dos estudos,  e à visibilidade dos Biomas da Bahia, seguimos por um trimestre pesquisando, lendo, escrevendo, jogando, desenhando, ouvindo, trocando ideias, questionando, acessando boas notícias. Apreciando filmes, analisando dados, “matematizando” e poetizando esses saberes. 

Vale a pena conferir o livro. Mas o que encanta é ver a criançada participativa, ora mais agitada, ora mais concentrada, mas sempre curiosa e envolvida! 

Envolvida na garimpagem, na busca de entender o mundo que vivemos, nas diferentes culturas, com seus problemas, tentativas de solução, necessidades de cuidados.
Sensibilizando, cuidando. Projetando esperanças!

• OPINIÃO DA PROFESSORA:

É um tema super atual, e as crianças estão conscientizadas no cuidado com o planeta e se atualizando..

• OPINIÃO DAS CRIANÇAS:

“Eu acho legal estudar biomas e ecossistemas porque você aprende onde ficam alguns ecossistemas (onde as baleias moram etc.). Além disso, a gente aprende o que cada um come. A gente faz rimas e alguns enigmas.”

“Eu estou gostando de estudar Biomas e Ecossistemas. É bem divertido. Só era difícil de lembrar o que era um bioma e um ecossistema, no início. Quando nós começamos a estudar isso eu não entendi nada, mas agora eu já estou entendendo. É bem legal.”  


• Identificação (construção coletiva das crianças)

Seria um panda dos Pampas?
Ou  um carneiro da Caatinga?
Seria uma pantera do Pantanal?
Ou um coleira da Zona Costeira?

Seria um cervo do Cerrado?
Ou pirarucu de Aracaju?
Seria pingüins de Tocantins?
Ou um boto de Botucatu?

Seria um lagarto de Lagarto
Ou um porco-espinho de Porto Velho?
Para essas perguntas responder
É só Biomas e Ecossistemas aprender!

 Clique na imagem para ampliar 

 

 TEMA: Ciclo Vital Humano 

 Professora Carla 

 GRUPO: 4º Ano– Matutino 

Começamos nossos estudos a partir do filme Tudo Sobre Gravidez, do Discovery. Depois, as crianças responderam as questões: o que eu sei, o que eu imagino e o que eu quero saber sobre o Ciclo Vital, como uma sondagem para podermos planejar o trabalho. As crianças estavam muito curiosas com os temas de corpo humano, queriam saber sobre reprodução, células, de onde vêm as doenças, como bate o coração durante uma atividade fisica, como nascem gêmeos... Então partimos da reprodução, de onde começa a vida numa visão científica (teoria darwiniana), numa visão filosófica – numa discussão trazida por Martim (ex-aluno da Casa e formado em filosofia), sobre o que é a vida para a filosofia – e nas visões religiosas. Lemos As quatro gares, de Oswald de Andrade, Rápido, de Luis Fernando Veríssimo. 


Recebemos a visita de Rô, nossa diretora pedagógica, com quem trabalhamos a música Amor e Sexo, de Rita Lee e Arnaldo Jabor. Discutimos a letra e as crianças escreveram e ilustraram sobre os versos que escolheram. 


Conversei com o grupo sobre quando começa a vida para as religiões ocidentais e orientais, e iniciamos o Ciclo Vital propriamente dito. Estudamos a anatomia masculina e feminina, com auxílio de livros, fichas ilustrativas e explicativas de Marta Suplicy e outros livros. Seguimos o estudo com o desenvolvimento do bebê na fase intra-uterina e o desenvolvimento do ser humano no decorrer das infâncias (1ª, 2ª e 3ª). Finalizamos essa parte do estudo com a construção do mural de fotos das crianças do grupo. Todo nosso trabalho de Ciências esteve,e segue, vinculado às áreas de escrita e leitura também.
 

• Depoimento da Professora:

Eu gosto deste tema, porque crianças do quarto ano escolhem o Ciclo Vital Humano por ser um tema muito orgânico para a fase em que elas estão. A curiosidade pelo estudo acompanha cada leitura. Gostam de contar histórias de quando eram menores e imaginar o ritual de passagem que os aguardam na puberdade. Esse grupo apresentou um eixo que inicia com a questão “Onde começa a vida?” e finaliza com a pergunta: Para onde vamos depois da morte? Ou seja, entre a Vida e a Morte temos um longo caminho de estudo.

 

• Depoimento de criança do grupo:

“Uma amiga da minha mãe disse que é melhor ter parto normal, porque dá pra sair do hospital dando cambalhotas.”

 Clique na imagem para ampliar 

Rua Henriqueta Catarino, 123 - Federação - Salvador - Bahia - Brasil - CEP: 40.230-101 - Tel.: +55 71 3247-0068

2014 ©Copyright - Todos os direitos reservados a Casa Via Magia.

IONE VIA MAGIA HOME.png
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza